NBRs para a produção de trilhos ferroviários

nbr produção trilhos, nbr trilhos, trilhos ferroviários, gms

Normas Brasileiras para a produção de trilhos ferroviários

No contexto da vasta infraestrutura de transporte do Brasil, a indústria ferroviária assume um papel de destaque e vital importância. Suas extensas redes de ferrovias desempenham um papel crucial na movimentação eficiente de mercadorias e pessoas por todo o país. No entanto, é fundamental compreender que a qualidade dos trilhos ferroviários é um pilar inegociável para garantir a segurança, a eficiência e a durabilidade dessas ferrovias. Portanto, neste artigo, nos aprofundaremos nas normas brasileiras que regem a produção de trilhos ferroviários, assegurando que estes estejam alinhados com os mais altos padrões de qualidade e segurança.

Conheça algumas:

A produção de trilhos ferroviários no Brasil é regida por uma série de normas técnicas que visam garantir a qualidade e a segurança dos materiais utilizados na construção das ferrovias. Dentre as principais normas, destacam-se:

ABNT NBR 7007:

Esta norma estabelece os requisitos para aços destinados à fabricação de trilhos ferroviários. Ela define os parâmetros para a composição química, propriedades mecânicas e métodos de ensaio, garantindo que os trilhos sejam feitos de materiais resistentes e duráveis.

ABNT NBR 7480:

Essa norma trata das barras de aço destinadas à armadura de concreto armado, que também são usadas na fabricação de trilhos ferroviários. Ela estabelece as especificações para o aço e os critérios de qualidade para garantir a resistência à corrosão e à tração.

ABNT NBR 7481:

Essa norma estabelece os requisitos para o transporte, armazenamento e manuseio dos trilhos ferroviários, garantindo que eles cheguem ao local de instalação em perfeitas condições e não sofram danos durante o processo de montagem.

Inspeção e Certificação de Trilhos Ferroviários

Além das normas de produção, o Brasil também possui órgãos de inspeção e certificação que desempenham um papel crucial na garantia da qualidade dos trilhos. O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) é responsável por certificar os produtos que atendem às normas brasileiras, garantindo que eles estejam em conformidade antes de chegarem às ferrovias.

A certificação do INMETRO é um selo de qualidade que atesta que os trilhos foram fabricados de acordo com as normas técnicas estabelecidas e passaram por rigorosos testes de qualidade. Isso proporciona confiança tanto aos operadores ferroviários quanto aos passageiros e empresas que transportam mercadorias por meio das ferrovias.

Benefícios das Normas Brasileiras para a Produção de Trilhos Ferroviários

O cumprimento das normas brasileiras para a produção de trilhos ferroviários oferece uma série de benefícios. Primeiramente, garante a segurança dos passageiros e a integridade das cargas transportadas, uma vez que os trilhos são fabricados com materiais de alta qualidade e durabilidade. Além disso, contribui para a eficiência do sistema ferroviário, reduzindo a necessidade de manutenção constante devido ao desgaste prematuro.

Isso faz com que a empresa possa ter menos chances de gastar um dinheiro fora do orçamento em decorrência de problemas com os trilhos. Trilhos com desgaste prematuro podem fazer com que seja preciso desembolsar um dinheiro não previsto com manutenção. Então, isso pode ser prejudicial para o crescimento saudável da empresa.

Além disso, a adesão a essas normas também promove a competitividade da indústria ferroviária brasileira, uma vez que os trilhos produzidos no país atendem aos padrões internacionais de qualidade. Isso pode abrir oportunidades para exportação de produtos ferroviários brasileiros para outros mercados.

Em outras palavras, os trilhos ferroviários obedecerem às normas brasileiras para a sua produção é algo que pode trazer inúmeras vantagens em diversos aspectos. Logo, sendo assim, é fundamental que as empresas estejam atentas a isso, tendo em vista os seus impactos positivos sociais, econômicos, ambientais, dentre outros.

No entanto, para além das Normas Brasileiras, é importante estar atento a outras questões, se você deseja comprar trilhos ferroviários. Descubra mais detalhes a seguir.

O que saber antes de comprar trilhos ferroviários?

A primeira questão que se deve estar atento é com relação a procedência dos trilhos. Hoje em dia, com pessoas mal-intencionadas agindo, podem haver tentativas de golpes, infelizmente. Assim, há quem tente vender trilhos provenientes de roubos ou de extravios.

Por isso, na hora de comprar, certifique-se da procedência dos trilhos. É possível fazer isso solicitando um contrato de retirada ou comprando de uma empresa que seja referência no ramo, como é o caso da GMS. Comprar de uma empresa que seja referência na área de trilhos é garantir que os trilhos terão qualidade.

Além disso, é igualmente necessário se certificar do histórico da empresa. Para isso, você pode procurar pela reputação da empresa em plataformas como a Reclame Aqui ou buscar informações sobre o histórico da empresa e analisá-lo. Se você quer evitar ter problemas no futuro quanto à qualidade dos trilhos, fazer contratos com uma empresa de renome é essencial.

Ainda, um outro fator é o preço de venda dos trilhos. Se o preço estiver muito abaixo do mercado, isso pode ser um sinal de que os trilhos podem ter sido roubados ou extraviados.

Por fim, não se esqueça de verificar o material do trilho no ato da entrega para se certificar de que os trilhos ferroviários apresentam as mesmas características e especificações que foram combinadas. Lembre-se: é fundamental que os trilhos estejam em boas condições e tenham qualidade.

Segurança: uma palavra-chave

Dessa maneira, pode-se garantir a segurança tanto no transporte das encomendas como das pessoas que usam o modal ferroviário. Se não houver garantia de que a produção dos trilhos ferroviários obedece aos padrões rigorosos de produção das normas regulamentadoras, isso pode significar colocar em risco tanto as pessoas que usam o transporte ferroviário como também as encomendas.

Vale a pena lembrar que a segurança é uma palavra de ordem quando falamos de transporte ferroviário. Assim, a segurança é inegociável e precisa ser vista como elemento essencial neste meio modal.

Garantindo um futuro sólido para as ferrovias brasileiras

As normas brasileiras para a produção de trilhos ferroviários desempenham um papel fundamental na garantia da qualidade, segurança e eficiência das ferrovias do país. Elas estabelecem critérios rigorosos para os materiais utilizados na fabricação de trilhos, bem como para suas dimensões e métodos de ensaio.

A certificação pelo INMETRO assegura que os trilhos atendam a essas normas e ofereçam um alto padrão de qualidade. Isso não apenas beneficia os operadores ferroviários e as empresas de transporte, mas também contribui para o desenvolvimento sustentável e a competitividade da indústria ferroviária brasileira. Comprar trilhos ferroviários que atendam a todas as normas é uma forma de assegurar não apenas a qualidade, mas também a segurança para as pessoas e para as encomendas.

Assim, se você está buscando trilhos ferroviários que atendam a todos esses requisitos de qualidade e que também sejam sustentáveis, a GMS é a escolha certa. Nossa empresa se destaca na produção de trilhos ferroviários sustentáveis, que não apenas atendem às normas brasileiras, mas também abraçam práticas ecologicamente responsáveis.

Faça parte desse avanço na indústria ferroviária brasileira. Invista em trilhos de alta qualidade e sustentabilidade. Entre em contato conosco para comprar os melhores trilhos ferroviários do mercado e contribuir para um futuro mais eficiente e ecológico para o transporte ferroviário no Brasil.

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn