Tipos de correntes navais mais usados

correntes navais, gestão de resíduos, sustentabilidade, correntes metálicas

Tipos de correntes navais que talvez você nem conheça!

As correntes navais são uma parte essencial do equipamento de segurança em qualquer embarcação. Elas são responsáveis por manter o navio ancorado em um local seguro, impedindo que ele seja levado pela correnteza ou vento.

Existem vários tipos de correntes navais disponíveis no mercado, cada um com suas características e aplicações específicas. Neste artigo, vamos discutir os tipos de correntes navais mais usados e suas características.

Correntes de amarração

As correntes de amarração são projetadas para manter as embarcações em segurança no cais ou em outra área de ancoragem. Essas correntes são geralmente mais grossas e mais resistentes do que as correntes de ancoragem, pois precisam suportar o peso da embarcação e resistir às forças das ondas e correntes.

São geralmente equipadas com acessórios, como anéis de amarração e ganchos, para facilitar a fixação da corrente à embarcação e ao cais. Além disso, elas são frequentemente revestidas com um material resistente à corrosão para garantir que elas durem por muitos anos em um ambiente marítimo desafiador.

Correntes de ancoragem

As correntes de ancoragem são usadas para prender a embarcação ao fundo do mar ou rio e mantê-la em uma posição específica. Essas correntes são projetadas para suportar as forças do vento e das ondas, garantindo que a embarcação permaneça ancorada com segurança.

São geralmente feitas de aço galvanizado ou aço inoxidável, para garantir que resistam à corrosão do ambiente marinho. Além disso, elas são geralmente revestidas com tinta anticorrosiva para aumentar ainda mais sua durabilidade

Correntes de arraste

As correntes de arraste são usadas em operações de dragagem, que envolvem a remoção de sedimentos e outros materiais do fundo do mar ou rio. Essas correntes são projetadas para arrastar um equipamento de dragagem, como uma draga, pela superfície do fundo do mar ou rio, ajudando a remover os materiais indesejados.

São geralmente muito longas e pesadas, pois precisam ser fortes o suficiente para arrastar a draga através dos sedimentos do fundo do mar ou rio. Elas são geralmente feitas de aço galvanizado ou aço inoxidável para resistir à corrosão.

Correntes de boia

As correntes de boia são correntes navais utilizadas para a flutuação de boias. Geralmente, essas correntes são fabricadas com elos mais finos, já que a carga que transportam é menor do que as outras correntes navais. As correntes de boia são comumente usadas em áreas de navegação, como portos, para marcar o local onde os navios devem atracar.

As boias são conectadas à corrente e mantidas no lugar com a ajuda de âncoras. As correntes de boia também são usadas em operações de resgate no mar, ajudando a manter objetos flutuantes, como botes salva-vidas e equipamentos de resgate, em uma posição fixa.

Correntes de dragagem

As correntes de dragagem são correntes navais utilizadas para fins de dragagem, que envolve a remoção de sedimentos ou detritos do fundo do mar ou do rio. Essas correntes são projetadas para suportar cargas pesadas e são fabricadas com elos mais espessos para garantir a resistência e durabilidade necessárias.

São comumente usadas em operações de construção de portos, canais e diques, onde é necessária a remoção de sedimentos do fundo do mar. As correntes de dragagem também são usadas em operações de mineração subaquática, para a extração de minerais do fundo do mar.

Correntes de cabo

As correntes de cabo são correntes navais projetadas para proteger cabos subaquáticos, como cabos de comunicação ou cabos de energia. Essas correntes são geralmente fabricadas com elos mais finos e são revestidas com um material resistente à corrosão para garantir a durabilidade em ambientes marinhos hostis.

São comumente usadas em operações de instalação e manutenção de cabos submarinos, ajudando a proteger os cabos de danos causados por atrito, movimentação de água e outros fatores ambientais. Além disso, as correntes de cabo também ajudam a manter os cabos submarinos em uma posição fixa, impedindo que se movam com a correnteza ou ação do mar.

E acredite, existem muitos outros tipos…

Em resumo, existem muitos tipos diferentes de correntes navais usadas em operações marítimas. Cada tipo de corrente é projetado para suportar cargas e tensões específicas e é feito de materiais de alta qualidade para garantir durabilidade e resistência à corrosão. Se você estiver envolvido em operações marítimas, é importante escolher a corrente certa para garantir que seu equipamento seja mantido seguro e funcionando de maneira eficiente.

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn