A Importância dos Trilhos de Trem na Logística Global

O Brasil é um dos grandes exportadores de matéria-prima e de produtos do agronegócio. Contudo, uma parte considerável da produção desses produtos acontece em cidades do interior, e é preciso transportá-los para as áreas portuárias. Há várias maneiras de fazer esse transporte, e uma delas é através do transporte ferroviário.

O modal ferroviário, embora desempenhe um grande papel na logística global e brasileira, o cenário não é positivo no Brasil. Nas últimas décadas, especialistas indicam negligência com o setor. De acordo com a Agência Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), o transporte ferroviário tem cerca de 15% de participação na matriz de transportes brasileira.

Essa realidade, todavia, pode estar mudando em razão de novos investimentos públicos e privados. Assim, as expectativas para as linhas ferroviárias do Brasil são altas.

No artigo de hoje, acompanhe o panorama do transporte ferroviário no Brasil e no mundo. Confira também detalhes sobre a importância dos trilhos de trem na logística global e entenda como eles impactam a economia. Veja mais a seguir.

O transporte ferroviário e a logística global

O transporte ferroviário no mundo teve início em 1804 na Inglaterra, com a criação da locomotiva a vapor por Richard Trevithick. A partir daí, as locomotivas se popularizaram. No Brasil, a primeira inauguração aconteceu 50 anos mais tarde, ligando duas cidades cariocas. 

Por muito tempo, muitos países tiveram os trens de carga como principal meio de transporte de cargas.

Hoje, o cenário dos trilhos de trem no Brasil é diferente de vários países do mundo. Em comparação com países como Estados Unidos e Rússia, por exemplo, a malha ferroviária brasileira é pequena e deficitária. 

O panorama mundial

O principal país do mundo quando falamos em transporte ferroviário é os Estados Unidos. Os EUA contam com aproximadamente 300 mil quilômetros de malha ferroviária. Em segundo lugar, está a China, com mais de 125.000 mil quilômetros. 

Ainda, os países que aparecem na lista são: Rússia, Índia, Austrália, Canadá e Alemanha.

Os trilhos de trem e o Brasil

No Brasil, a maior parte do transporte de cargas é feita pelo transporte rodoviário. Em especial, pelos caminhões. Isso pode trazer uma série de desvantagens, sendo elas logísticas, econômicas e/ou ambientais. Confira:

  • Maior dependência de combustíveis fósseis;
  • Maior produção de gases poluentes do efeito estufa;
  • Dependência do transporte de cargas a esse modal;
  • Maior valor de frete e pedágios;
  • Menor capacidade de carga.

Todas essas questões podem comprometer a logística global e local de transporte. Os produtos do agronegócio, por exemplo, são relevantes para a economia brasileira. O escoamento desses itens alimentícios podem ser feitos rapidamente, com baixa chance de extravio e danos.

Nesse sentido, os trilhos de trem podem suprir as necessidades logísticas da área. Isso contribui para maior competitividade no segmento. 

A expectativa é de que as ferrovias, nos próximos anos, recebam grandes investimentos do Governo Federal e da iniciativa privada. O Plano Nacional de Logística (2021) prevê que a participação da malha ferroviária chegue a próximo de 47% até 2035.

A importância dos trilhos de trem

Como mencionamos, as ferrovias conseguem transportar mercadorias em larga escala para diversos locais. Isso favorece o crescimento das regiões próximas às construções, a criação de empregos e desenvolvimento econômico local.

E, tudo isso, começa pelos trilhos de trem. Embora poucas pessoas possam se lembrar disso, os trilhos são extremamente importantes para que qualquer transporte de carga possa ser feito pelas ferrovias.

O processo logístico garante que o produto será entregue ao seu destino final. Para se ter ideia, um único vagão de trem pode conseguir transportar cerca de 100 toneladas, segundo a ANTF. Em 2022, as ferrovias transportaram mais de 500 milhões de toneladas úteis.

Na prática, isso significa que uma grande quantidade de escoamentos de produtos foi feita tendo como base os trilhos de trem.

A sustentabilidade em pauta

Nos últimos anos, cresceu a emergência global de adotar práticas mais sustentáveis de consumo, de produção e de transportes. Isso implica em mudanças para o modal ferroviário.

Dessa maneira, a logística também sofre influências, já que cada vez mais empresas têm feito a opção por transportes que causem menos impacto ambiental.

Os trilhos de trem, por serem parte integrante das ferrovias, entram nessa conta. As empresas estão investindo na produção de trilhos de trem com materiais reutilizáveis. Assim, é possível diminuir o impacto da extração de matéria-prima para a produção.

Como resultado, o modal ferroviário está em cena para ser um efetivo meio de transporte. Além disso, ele promove uma logística global de acordo com as práticas sustentáveis. Isso é bom para os seres humanos e para o ambiente.

Onde comprar trilhos de trem de qualidade?

Em resumo, as ferrovias desempenham um grande papel na logística global quando se fala do transporte de muitos produtos. Investir no modal ferroviário é contribuir para um transporte que contribui para reduzir o impacto ambiental.

Contudo, é importante levar em consideração a segurança e eficiência da operação. Para garantir isso, é preciso escolher trilhos de trem de qualidade. A produção de trilhos deve ser feita a partir das normas e das regulamentações. Uma empresa de confiança e com expertise na área pode assegurar a produção de qualidade. Esse é o caso da GMS.

A GMS tem anos de experiência no mercado e produz trilhos de trem seguindo rigorosos padrões. Na hora de comprar, faça uma pesquisa e não abra mão da qualidade. Portanto, conte com a GMS nesse momento. Entre em contato hoje mesmo com a GMS!

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn